Início Destaque Bruno Fernandes pode ter desvendado o seu futuro

Bruno Fernandes pode ter desvendado o seu futuro

O internacional português esteve presente no Programa da Cristina, na SIC, e falou abertamente sobre o seu futuro e deixa todas as hipóteses em aberto. Ficar no clube do coração e no País que o viu nascer, ou dar asas ao sonho e rumar além-fronteiras, em busca de novos desafios profissionais? Este o dilema que se depara a Bruno Fernandes.

«A ligação ao Sporting é muito forte, principalmente depois dos acontecimentos [ataque à Academia]. Rescindi contrato com o clube do coração de milhares de pessoas, sei que não foi fácil, mas a forma como fui recebido… só posso estar grato», afirmou o capitão dos leões, no programa de Cristina Ferreira.

«É uma escolha difícil… Aqui estou em casa, estou no meu País, sinto-me bem, a minha família está bem aqui. É complicado, mas tenho sonhos que gostaria de concretizar», reconheceu o médio de 24 anos, acrescentando: «Gosto de tratar das coisas quando não há competição, quando posso pensar com tranquilidade para tomar a decisão certa.»

As emoções que sentiu na final da Taça de Portugal estão ainda bem presentes, sublinhando Bruno Fernandes «a diferença de subir aquelas escadas e ver os adeptos a chorar de tristeza, como no ano passado, ou de alegria…». Na órbita dos dois colossos de Manchester, qual é, afinal, o campeonato de eleição de Bruno Fernandes? «O inglês é o que mais gosto», admitiu.

Bruno Fernandes fez-se futebolista a admirar Cristiano Ronaldo… pela televisão. O destino haveria de juntá-los na Seleção Nacional. «Vou fazer aqui uma revelação: Cristiano foi a minha maior referência. Agora faço parte de um grupo onde ele está incluído, fico um bocado acanhado, mas o Cristiano pôs-me logo à vontade», revelou o capitão do Sporting, no mesmo programa.

Por falar em revelações… «Num dia em que Cristiano ganhou a Bola de Ouro disse à minha mulher que eu iria chegar ao patamar dos melhores», contou o médio.

«A questão financeira pesa sempre um bocado, temos uma carreira curta e temos de amealhar. Ficando ou saindo, vou sempre ganhar muito para a normalidade, conseguirei sempre amealhar dinheiro. Não é essa a questão», argumentou o capitão do Sporting, no ‘Programa da Cristina’, da SIC.